Links de Acesso

Bank of America afasta-se de empresa com ligações a Isabel dos Santos

  • Redacção VOA

Isabel dos Santos

Isabel dos Santos

Em causa ligações da empresária angolana à Amorim Energia na Galp.

O Bank of America saiu do processo de venda de uma participação da Amorim Energia na Galp devido à ligação da empresa portuguesa à empresária angolana Isabel dos Santos.

A notícia é avançada nesta segunda-feira, 26, pela agência de notícias financeiras Bloomberg, que adianta que o banco americano acabou por não assinar o contrato, numa altura em que está a levar a cabo uma discussão interna que inclui riscos na sua reputação devido aos serviços que presta.

Nem o Bank of America nem Isabel dos Santos disponibilizaram-se a falar com a Bloomberg sobre o assunto.

A Amorim Energia vendeu 5% da Galp, por 450 milhões de dólares, passando, assim, a deter uma posição na petrolífera de 33,34%, mas mantendo "a sua posição de accionista de referência desta sociedade", tal como disse que pretendia.

A nomeação de Isabel dos Santos pelo pai, o Presidente angolano José Eduardo dos Santos, para a presidência do Conselho de Administração da Sonangol e as ligações das suas empresas ao poder público têm levantado sérias dúvidas junto de instituições financeiras na Europa e nos Estados Unidos.

A Bloomberg refere-se a preocupações cada vez maiores de bancos de investimentos globais, como o Bank of America, frente a riscos para a sua reputação num ambiente competitivo e com um maior escrutínio depois de inúmeros casos em que empresas foram acusadas de ter relações impróprias com determinados clientes.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG