Links de Acesso

Banco Islâmico de Desenvolvimento congratula-se com investimento em África

  • William Mapote

Mohammed Ali, presidente do BID

Mohammed Ali, presidente do BID

Assembleia Geral do BID realiza-se em Moçambique.

O Banco Islâmico de Desenvolvimento(BID) canalizou 235 mil milhões de dólares no apoio ao desenvolvimento dos 138 países desde 1971. Deste montante, 800 milhões foram canalizados para Moçambique que acolhe a 40ª reunião anual do BID.

África recebeu nos últimos 40 anos de cooperação pouco mais de 33 mil milhões dos 235 milhões de dólares canalizados a 138 países destinados à construção de infra-estruturas económicas e apoio aos sectores sociais como saúde e educação, segundo revelou Muhamad Ahmed Ali, presidente do BID.

"Esta ajuda do grupo BID acelerou o crescimento das economias dos países membros e beneficiou as populações destas áreas, estou muito satisfeito”, considerou Muhamad Ali. Apenas 23 países africanos beneficiaram do financiamento do BID e Moçambique já recebeu perto de 800 milhões de dólares, que, segundo Adriano Maleine, ministro da Economia e Finanças, foram destinados a várias áreas de desenvolvimento Económico e social.

"No caso de Moçambique, esta contribuição do Grupo de Coordenação foi determinante para edificação de infra-estruturas de apoio ao desenvolvimento socioeconómico do país principalmente na área de desenvolvimento humano", afirmou Maleiane.

O valor investido pelo BID em Moçambique poderá aumentar, pois segundo Khaled Al-Boodi, director executivo do Conselho Islâmico para o desenvolvimento do sector privado, a instituição demostrou total abertura para financiar projectos de investimento do Governo e sector privado moçambicano.

"É uma mais valia porque a questão do desenvolvimento da economia não é só o financiamento, há vários outros aspectos que precisam de ser coordenados, discutidos e troca de experiências", revelou Macuácu.


A capital moçambicana será palco da 40ª reunião anual do BID.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG