Links de Acesso

Banco central angolano nomeia administradores para o BESA

  • Redacção VOA

Banco Besa - Banco Espírito Santo Angola

Banco Besa - Banco Espírito Santo Angola

Governador do BNA acusa direcção do banco de nada fazer face à ameaça do sistema financeiro angolano. Património do BESA poderá ser vendido

O Banco Nacional de Angola (BNA) interveio esta Segunda-feira, 4, para assegurar a sobrevivência do Banco Espirito Santo de Angola, BESA, nomeando administradores provisórios para a instituição.

O governador do BNA, José de Lima Massano, confirmou a “degradação de créditos “ do BESA que afectou a liquidez o banco e colocou-o á beira da falência requerendo anteriormente que o Estado angolano emitisse uma garantia estimada em mais de cinco mil milhões de dólares.

Massano não deu outros pormenores sobre essa “degradação de créditos” mas sabe-se que o banco cedeu créditos de milhões de dólares a várias personalidades da vida política angolana sem quaisquer garantias. Esses empréstimos nunca foram pagos.

O governador do BNA acusou a direcção do banco de não responder à gravidade da situação mesmo apos o governo ter sido forçado a dar a garantia soberana para salvar o banco e o que ele disse ser o sistema financeiro de angola

O governador do BNA disse que logo na fase inicial da nova administração do banco deverá ser revogada a garantia soberana emitida pelo tesouro nacional e disse que o os administradores provisórios poderão vender propriedades e outros bens do BESA

José de Lima Massano disse que os administradores provisórios terão um poder absoluto para vetar quaisquer medidas da assembleia geral do Conselho de Administração ou de qualquer outro órgão e garantiu a segurança dos depósitos mantidos no banco.

XS
SM
MD
LG