Links de Acesso

Bancadas parlamentares querem investigação do caso LAM-Embraer

  • William Mapote

Parlamento moçambicano

Frelimo não quer seu nome associado a eventual caso de corrupção que envolve dois dos seus militantes.

Deputados moçambicanos exigem uma investigação interna para apurar as informações sobre o alegado escândalo de corrupção que envolve a aquisição de aeronaves no negócio entre a empresa brasileira Embraer e a companhia aérea moçambicana (LAM).

Ao reagir a informações que dão conta do envolvimento do lobista Mateus Zimba e José Viegas, antigo Presidente do Conselho de Administração da LAM, as três bancadas parlamentares convergem na necessidade das instituições da justiça intervirem para averiguar a situação e que os eventuais responsáveis sejam levados a tribunal e condenados.

Considerando que os dois principais suspeitos são militantes da Frelimo, a bancada parlamentar que sustenta o Governo, através do seu porta-voz, pede para que o partido não seja associado a essa eventual má conduta.

Até ao momento, as três bancadas dizem que sabem apenas o que vem sendo veiculado na imprensa e por isso exigem que a situação seja esclarecida.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG