Links de Acesso

Ban Ki-moon defende aumento da solidariedade para enfrentar a crise de refugiados


 Ban Ki-moon

Ban Ki-moon

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse, hoje, 30, em Genebra que a crise dos refugiados sírios exige "um aumento exponencial da solidariedade mundial".

A AFP cita Ban afirmando que "estamos aqui para responder à maior crise de refugiados e deslocados de nosso tempo (...) Isto exige um aumento exponencial da solidariedade mundial".

Discursando na abertura de uma conferência que procura respostas para crise, Ban disse que, pelo menos, 480.000 refugiados sírios precisam de um país de acolhimento nos próximos três anos. O número representa 10% dos que fugiram do conflito na Síria.

Ban sublinhou que os "os vizinhos da Síria demonstraram uma hospitalidade excepcional". O Líbano recebeu mais de um milhão, a Turquia mais de 2,7 milhões e a Jordânia mais de 600.000 pessoas.

Um relatório mencionado pela AFP indica que os países ricos receberam apenas 67.100 refugiados sírios, o que representa 1,39% do total.

XS
SM
MD
LG