Links de Acesso

Autoridades russas prometem cooperar com a Agência Mundial antidoping


Maria Savinova, campeã olimpica russa (AP Photo/David J. Phillip)

Maria Savinova, campeã olimpica russa (AP Photo/David J. Phillip)

O Ministério dos Desportos da Rússia disse hoje, 10, que está aberto a cooperar com a Agência Mundial Antidoping (Wada) para eliminar quaisquer irregularidades cometidas pela vigilância antidoping russa e o laboratório acreditado do país.

Na segunda-feira, a Wada divulgou um relatório alegando um amplo esquema de corrupção na Rússia, gerando um dos maiores escândalos de doping na história do desporto. Entre os atletas acusados figura a campeã olímpica Maria Savinova.

O ministério também informou que a política antidoping russa cumpriu rigorosamente com as normas da Wada.

A Wada recomendou a exclusão da Rússia de todos os eventos internacionais de atletismo, incluindo os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

"A Rússia esteve e estará totalmente comprometida com a luta contra o doping no desporto", informou o ministério em nota.

O ministro dos Esportes da Rússia, Vitaly Mutko, disse que não há evidências para acusações contra a Federação Russa de Atletismo.

XS
SM
MD
LG