Links de Acesso

Autoridades de Cabinda impedem apresentação de livro sobre justiça

  • João Santa Rita

Capa do livro "O Poder da Justiça" e seu autor Rafael Lando Lau

Capa do livro "O Poder da Justiça" e seu autor Rafael Lando Lau

Obra foi publicada no Brasil por professor angolano.l

As autoridades em Cabinda impediram o professor Rafael Lando Lau de apresentar o seu último livro “O poder da Justiça: introdução ao Estudos e Administração das Acções Justas”.

O livro foi publicado recentemente no Brasil e o professor universitário em Luanda.

Lau reservou com quase um mês de antecedência uma sala numa instituição de educação local, mas dois dias antes foi-lhe informado que isso não poderia realizar-se.

O livro “não visa criticar ou ir contra os governantes”, mas “ajudar os angolanos a entenderem o que deve ser posto em prática para que o Estado se mantenha tal como era tradicionalmente entendido”, disse o autor

Para Lando Lau. África e Angola atravessam um período de “falência do Estado”.

“Quando eu vejo o nível de impunidade no país desde a base ao topo, quando vejo entidades religiosas que perderam aquilo que era tradicional na Igreja, quando eu vejo os níveis de criminalidade no país, perguntei o que é que eu como africano, como angolano, poderia fazer para contribuir para que as pessoas tenham alguma consciência de que não é esse o caminho que devemos todos seguir”, acrescentou.

O professor disse que se assiste em Angola a uma situação em que há leis mas não há justiça e a lei é muitas vezes uma “armadilha” em que explicita um direito mas quando se tenta exercer esse direito há represálias.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG