Links de Acesso

Autoridades australianas investigam funcionários do Vaticano que terão abusado crianças


George Pell acusado de abuso sexual

As autoridades australianas dizem que estão a investigar altos funcionários do vaticano após múltiplas acusações de décadas de abuso a crianças.

Graham Ashton, chefe da polícia de Victoria confirmou à imprensa local a investigação.

A investigação é, em parte, resultado de uma reclamação de dois homens sobre a conduta do Cardeal George Pell, actual chefe de finanças do Vaticano.

Os homens agora com mais de 40 anos de idade disseram que Pell acariciou-os numa piscina, em Ballarta, Victoria, no final da década de 1970.

Pell refutou a acusação e disse que tratava-se de uma campanha de difamação liderada pela rádio pública australiana.

A rádio diz ter declarações de oito queixosos de má conduta de Pell entre finais da década de 1970 e anos 1990.

Pell, que foi padre na zona rural de Victoria e Arcebispo de Melbourne e Sydney, foi também acusado de abuso sexual em 2002, mas foi depois provado que era falso.

XS
SM
MD
LG