Links de Acesso

Autoridades angolanas dão início à legalização de cabo-verdianos

  • Redacção VOA

Alguns estão no país há mais de 50 anos.

As autoridades angolanas deram início nesta sexta-feira ao processo de legalização de cabo-verdianos que vivem no país há mais de 50 anos.

O processo arrancou na localidade da Mabuia, comuna de Cabíri, município de Icolo e Bengo, onde vivem cerca de três mil naturais de Cabo Verde

O delegado provincial da Justiça e dos Direitos Humanos de Luanda Delegado disse à Angop que muitos dos cabo-verdianos chegaram ao país quando eram menores de idade.

Délio Gourgel Perdigal sublinhou que, na Mabuia, há muitos idosos e descendentes de casamentos com angolanos.

“Vamos dar prioridade às crianças, a nossa maior preocupação são as crianças, pois muitas delas estão na idade escolar e podem ficar fora do sistema escolar. Veremos de que modo é que vamos regularizar a sua situação, sendo que os adultos serão atendidos, posteriormente”, garantiu Pergidal.

Refira-se que aguns cabo-verdianos conseguiram a nacionalidade cabo-verdiana através da Embaixada do seu país em Luanda.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG