Links de Acesso

Autoridades alemãs acusadas de minimizar relatos de abusos sexuais em abrigos de refugiados


Refugiada na Alemanha

Refugiada na Alemanha

O sindicato dos polícias da Alemanha e grupos de defesa dos direitos das mulheres acusaram as autoridades, ontem, de minimizarem relatos de abusos sexuais e até estupros em abrigos para refugiados por temerem uma reacção negativa da opinião pública em relação às pessoas que buscam asilo.

A Reuters noticia que o Ministro do Interior alemão, Thomas de Maiziere, pediu aos alemães que evitem se render a uma suspeita generalizada sobre as centenas de milhares de imigrantes que chegam ao país, dizendo que um número inacreditável de rumores estavam sendo espalhados pela Internet.

Mas o director do sindicato dos polícias, Rainer Wendt, disse acreditar que as autoridades nos Estados federados alemães, responsáveis por abrigar as pessoas que buscam asilo, estavam minimizando o problema das agressões contra as mulheres nos abrigos.

Com a opinião pública ficando cada vez mais desfavorável em relação à entrada de refugiados, as autoridades alemãs têm demonstrado ansiedade em evitar dar munição para que grupos de extrema-direita alimentem a hostilidade com os imigrantes, muitos deles muçulmanos, incluindo fugitivos da guerra civil na Síria.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG