Links de Acesso

Autoridades guineenses investigam suposto caso de tráfico humano

  • Redacção VOA

Cacheu, Guiné-Bissau

Cacheu, Guiné-Bissau

Os 27 imigrantes estão a ser atendidos pelas autoridades.

Na Guiné-Bissau, 28 migrantes ilegais com destino à Espanha resgatados no sábado, 18, junto às ilhas Bijagós, continuam a ser assistidos pelas autoridades que também investigam o caso.

Os migrantes eram oriundos da Guiné-Conacri e na embarcação seguiam ainda nove tripulantes do Gana, país de origem do navio.

Os 37 ocupantes foram resgatados depois de um pescador ter acudido aos seus gritos de socorro, junto ao canal de Orango Grande, onde estavam encalhados num banco de areia.

A Guarda Nacional e representantes dos países envolvidos estão na região a investigar este caso que, ao que tudo indica, aponta para tráfico humano.

O capitão dos portos da Guiné-Bissau Tsiga Batista garantiu, no entanto, que as autoridades continuam em alerta máximo frente ao uso do seu território para qualquer tipo de tráfico.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG