Links de Acesso

Automobilistas acusam polícias de corrupção nas estradas

  • Coque Mukuta

O pagamento da "gasosa" acontece quando os motoristas não têm o selo de seguro automóvel.

A polícia angolana várias operações para exigir dos automobilistas o pagamento do seguro automóvel, uma prática que, no entanto, não está isenta de actos de corrupção por parte dos efectivos da corporação.

Vários automobilistas acusam a Policia Nacional de estar a cobrar dinheiro nas vias de Luanda para justificar o não-pagamento dos selos do seguro obrigatório de automóvel.

Os condutores confrontam-se regularmente com brigadas policiais que exigem o selo de seguro automóvel nas viaturas e que custam, no mínimo, seis mil kwanzas para motorizadas e o máximo 120 mil kwanzas para máquinas de motores pesados.

Rui Cardoso, automobilista que ainda não possui o selo na sua viatura, disse à VOA que elementos da Polícia Nacional estão a pedir dinheiro.

“Eu ainda não paguei o seguro quando me mandam parar o que faço é aquilo que o senhor jornalista já sabe, temos a chamada gasosa e é…”, respondeu. Questionado se a elementos da polícia estariam a cobrar dinheiro, ele respondeu que sim.

Os automobilistas entrevistados entendem que não é a decisão mais correcta a retenção da viatura quando não se paga o seguro pelo facto de muitos utentes não possuírem condições para o efeito: “eu ainda penso que a retenção da viatura não é a via mais correcta, até porque muitos automobilistas não têm tantas condições para pagar o seguro. Um seguro que quando acontece alguma coisa não atendem a tempo e hora”, disse um dos entrevistados.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG