Links de Acesso

Áustria: Vice-chanceler diz que o país não pode aceitar mais de 100 mil imigrantes por ano


Imigrantes

Imigrantes

O vice-chanceler austríaco, Reinhold Mitterlehner, disse, hoje, 21, que a Áustria não pode aceitar mais de 100 mil imigrantes por ano, após um pedido da Alemanha para limitar as chegadas.

Mitterlehner disse à rádio ORF, citada pela Reuters, que a Áustria apenas poderá aceitar "em torno de 90 a 100 mil - muito mais simplesmente não será possível".

Milhares de pessoas, a maioria fugindo de conflitos e pobreza no Oriente Médio, Ásia e outros lugares, entraram naquele país desde o início de setembro.

A maior parte de refugiados parte seguiu para Alemanha.

A Áustria terá recebido cerca 95 mil pedidos de asilo este ano, equivalente a mais de um por cento da população do país, comparado aos 28 mil registados em 2014.

XS
SM
MD
LG