Links de Acesso

Aurélio Martins, único candidato à liderança do MLSTP-PSD

  • Redacção VOA

Aurélio Martins

Aurélio Martins

Adversários abandonam corrida depois do partido decidir não adiar as eleições directas e o congresso.

Aurélio Martins é o único candidato à liderança do MPSTL-PSD nas eleições directas do próximo domingo, 15, em São Tomé e Príncipe.

Um dia depois de ter anunciado a fusão da sua candidatura com a de Albertino Rita, Elsa Pinto suspendeu na quinta-feira a corrida à presidência do partido da Independência e pediu a anulação de todo processo eleitoral.

A antiga ministra da Defesa Nacional justificou a decisão com um conjunto de irregularidades que, segundo ela, transforma o acto eleitoral de domingo “numa grande fraude”.

Pinto revelou que as cúpulas do partido nos distritos em São Tomé e na Região do Príncipe foram instrumentalizadas para apoiar uma candidatura, em referência a Aurélio Martins.

Ela denunciou também o facto de a logística do processo eleitoral ser assegurada por uma fonte que se identifica e financia a outra candidatura, por isso ele pediu o adiamento das eleições directas e do congresso marcado para 29 de Novembro.

Por seu lado, Aurélio Martins disse lamentar a desistência de Elsa Pinto e reiterou que se for eleito vou convidar a antiga ministra para trabalhar com ele no partido.

Martins foi eleito presidente do MLSTP-PSD em 2011, mas deixou o partido para se candidatar à Presidência da República no mesmo ano, tendo perdido a eleição.

A direcção do MLSTP-PSD reiterou que tanto as eleições como o congresso realizam-se nas datas previstas.

XS
SM
MD
LG