Links de Acesso

Aumento do preço dos táxis continua a gerar polémica em Luanda

  • Coque Mukuta

Governo impõe limite, mas taxistas continuam a cobrar mais caro.

O Governo angolano impôs um limite de 150 kwanzas para as viagens de táxis, quando os proprietários já estavam a cobrar 200 kwanzas, depois do aumento do preço dos combustíveis em vigor desde o dia 1 de Janeiro.

Alguns taxistas, no entanto, continuam a cobrar um valor superior ao estipulado.

Geraldo Wanga, presidente da Associação Nova Aliança dos Taxistas de Angola (Anata), considera que o aumento de 50 kwanzas não chega para compensar a subida dos combustíveis.

“Não chega, mas foi esse o acordo feito porque somos todos nós os utilizadores dos táxis, ou seja, são os nossos filhos, as nossas esposas e nossos parentes”, disse.

Alguns passageiros ouvidos pela VOA acusam, no entanto, os taxistas de aumentaram o preço para até 400 kwanzas.

“Está tao difícil que muitas vezes não temos onde encontrar estes 400 kwanzas”, lamentou um dos entrevistados.

Geraldo Wanga adverte que muitas vezes passageiros e taxitas chegam a acordo quanto ao preço da viagem, maz diz não ser lícito nem aconselha “os associados a ter esse comportamento”.

De recordar que o último aumento de tarifa de táxis foi feito em 2010.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG