Links de Acesso

Aumenta interesse de companhias americanas por Angola

  • Redacção VOA

Encontro da Câmara de Comércio Angola-Estados Unidos em Washington centra-se em diversificação de investimentos.

Angola e os Estados Unidos estão confiantes em que os investimentos privados americanos em território angolano vão aumentar e diversificar-se para além do petróleo.

Esta opinião foi compartilhada por empresários e diplomatas que participaram num encontro em Washington organizado hoje, 7, pela Câmara de Comércio Angola-Estados Unidos no qual participaram membros do governo angolano, empresários americanos e angolanos.

Ministro da Economia Abrahão Gourgel

Ministro da Economia Abrahão Gourgel

O encontro serviu para o ministro da economia Abrahão Gourgel fazer uma longa exposição sobre os planos de desenvolvimento de Angola e depois, juntamente com outros membros do Governo angolano, responder a perguntadas colocadas por empresários americanos e outros interessados.

“Ficámos com a nítida impressão de que a comunidade de negócios norte-americana tem um legítimo interesse em reforçar a sua presença em Angola e também um legítimo interesse no processo de diversificação da economia angolana”, disse Gourgel após a reunião.

“Há um interesse enorme sobre questões como as condições para se realizar negócios em Angola, a facilidade de obtenção de vistos, áreas de concentração prioritárias”, acrescentou o ministro angolano para quem o encontro serviu também para os membros do Governo terem “uma noção das áreas em que a comunidade empresarial norte-americana pode criar parcerias com empresários angolanos”.

Pedro Godinho da camara de comércio Estados Unidos Angola

Pedro Godinho da camara de comércio Estados Unidos Angola

A opinião de Gourgel foi compartilhada por Pedro Godinho, da Câmara de Comércio Angola- Estados Unidos, que disse que o número de participantes tinha sido “acima das expectativas”, o que “é uma demonstração do interesse empresarial americano em relação aos investimentos no nosso país”.

Embaixadora americana em Angola Helen La lime

Embaixadora americana em Angola Helen La lime

A embaixadora americana em Luanda Helen La lime participou também no encontro e disse que embora haja esse entusiasmo “há ainda muito trabalho a fazer”. Ela reforçou a necessidade da presença americana se diversificar para além do petróleo.

Ela mencionou especificamente a agricultura e serviços como zonas de possível interesse para investidores americanos.

Empresário António Mosquito

Empresário António Mosquito

O empresário angolano António Mosquito negou que houvesse dificuldades em empresários dos dois países investirem tanto em Angola como nos Estados Unidos.

“As relações agora implantadas poderão trazer mais êxitos nos negócios entre angolanos e americanos", conclui o empresário.

XS
SM
MD
LG