Links de Acesso

Ataques terroristas em Copenhaga

  • Redacção VOA

Policia dinamrques numa zona de Copenhague

Policia dinamrques numa zona de Copenhague

Na Dinamarca a polícia matou um homem que que se suspeita seja responsável pela morte de duas pessoas em Copenhaga em dois ataques diferentes que a primeira ministra dinamarquesa descreveu como um cínico acto de terror contra a Dinamarca.

As autoridades disseram que o homem , que não foi identificado, foi morto ta tiro quando disparou sobre agentes da policia perto de uma estação de comboios.

Fontes dinamarquesas disseram não haver indícios de que outros atacantes estiveram envolvidos nos ataques a uma reunião sobre liberdade de expressão e contra uma sinagoga.

No primeiro ataque um homem com uma arma automática matou uma pessoa e feriu dois policias num café. Os meios de informação disseram que a vítima foi o realizador Finn Norgaard de 55 anos de idade.

Nesta reunião sobre a liberdade de expressão estava presente Lars Vilks, um caricaturista sueco conhecido pelos seus desenhos provocadores incluindo alguns do profeta Maomé em 2007 que levou a ameaças contra a sua vida.

O embaixador francês na Dinamarca François Zimeiray estava presente. Tanto o caricaturista como o embaixador saíram ilesos.

Horas depois um voluntário que guardava uma cerimónia numa sinagoga foi morto a tiro e dois agentes da policia feridos.

Primeira Ministra da Dinamarca

Primeira Ministra da Dinamarca

A primeira ministra Helle Thorning Schmidht disse que a comunidade judaica faz parte da Dinamarca e as autoridades tudo farão para a proteger.

O primeiro ministro israelita Benjamin Netanyahu apelou aos judeus na Europa para emigrarem para Israel tal como tinha feito aquando do ataque contra um supermercado judeu em Paris no mês passado.

XS
SM
MD
LG