Links de Acesso

Associação de Agricultores de Benguela lamenta importações supérfluas

  • João Marcos

Manuel Monteiro diz que dólares são usados para importações que não servem a agricultura e a diversificação da economia

O presidente da Associação dos Agricultores de Benguela, em Angola, lamenta que os escassos dólares americanos existentes estejam ao serviço da importação de produtos fúteis, deixando o mercado angolano sem fertilizantes, equipamento para rega e proveitos veterinários.

Há dois meses, o Governo chegou a garantir facilidades no acesso a divisas para empresários agrícolas, mas Manuel Monteiro traça um cenário bastante crítico.

O também presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias afirma que não se pode falar de diversificação da economia com insuficiências deste género.

Manuel Monteiro, proprietário de uma empresa que fornece fertilizantes em vários pontos do país, disse que não importa desde Março de 2015.

Desapontado, fala de uma situação triste para centenas de agentes que produzem e criam postos de trabalho.

“Como classe, estamos desapontados”, disse.

“Não conseguimos importar, mas vemos que existem produtos até nas ruas, como são os fiambres, chouriços e frutas, que absorvem divisas”, acrescentou, afirmando ainda que “assim não podemos contar com a agricultura para diversificar a economia”.

Em declarações à Rádio Benguela, Monteiro falou também da falta de agro-químicos e de acessórios para as máquinas.

XS
SM
MD
LG