Links de Acesso

Cabinda: Advogados criticam situação económica e social

  • José Manuel

Cabinda: Advogados criticam situação económica e social

Cabinda: Advogados criticam situação económica e social

O delegado da ordem dos advogados de Angola em Cabinda, Arão Tempo, considerou como grave a situação económica e social da província.

O delegado da ordem dos advogados de Angola em Cabinda, Arão Tempo, considerou como grave a situação económica e social da província.

Isto ocorre segundo o Arão Tempo devido à alta de preços de produtos básicos de consumo, fraco poder de compra dos trabalhadores, falta de luz e água potável e degradação das infra-estruturas públicas.

O delegado responsabilizou o governo da província pelo estado actual em que a região está mergulhada e apela ao governo central para definir um quadro político que possa permitir o desenvolvimento do enclave.

Acusou por outro o executivo de Mawete João Baptista de estar por detrás da falência e descapitalização do empresariado local.

Segundo Arão Tempo os membros do governo estão a criar empresas paralelas para executarem os programas sociais.

Arão Tempo disse igualmente que a inexistência de um porto em Cabinda agrava a situação económica e a vida das populações.

O delegado da ordem dos advogados em Cabinda diz ser entretanto caricato pensar-se que a construção de um porto de águas profundas para região faria crescer as aspirações separatistas.

XS
SM
MD
LG