Links de Acesso

Bombistas suícidas atacam Damasco


Manifestação pró governamental em Damasco

Manifestação pró governamental em Damasco

Governoculpa Al Qaida

Pelo menos 40 pessoas morreram e mais de cem outras ficaram feridas em dois ataques bombistas suicidas na capital siria, Damasco.

A televisão estatal síria disse que os dois bombistas usaram veículos carregados de explosivos para atacar duas instalações dos serviços de segurança estatal esta manhã.

Testemunhas disseram ter ouvido tiroteio depois das explosões que ocorreram no subúrbio de Kfar Suseh.

A agência de notícias estatal Sana publicou fotos do que disse serem vítimas de ataques terroristas, acrescentando terem já ocorrido manifestações de protesto contra os ataques.

Emtidades oficiais sírias disseram que a Al Qaida poderá ser responsável pelos ataques.

Os ataques bombistas ocorreram após a chegada de uma delegação da Liga Árabe que está a preparar a vinda de observadores para verificarem se o govenro está a cumprir a sua promessa de pôr termo à repressão de manifestações e dissidentes.

Grupos da oposição tinham apelado a manifestações em massa hoje contra a presença da Liga Árabe afirmando que o governo tinha decidido permitir a entrada dos representantes dessa organização apenas para atrasar a imposição de novas sanções.

Activistas disseram que as forças de segurança mataram mais 14 manifestantes através da Síria.
O governo sírio afirmou que mais de dois mil membros das forças de segurança já morreram desde que a revolta começou.

A ONU afirma que um total de cinco mil pessoas já morreram em confrontos na Síria



XS
SM
MD
LG