Links de Acesso

Cabo Verde: Presidente da Bolsa continua detido

  • Eugénio Teixeira

Cabo Verde: Presidente da Bolsa continua detido

Cabo Verde: Presidente da Bolsa continua detido

Polícia diz que tem provas de envolvimento em tráfico de drogas e "lavagem de dinheiro".

Em Cabo Verde, os seis indíviduos detidos pela polícia judiciária na terça-feira,
entre os quais o presidente da Bolsa da Valores, continuam nas instalações da policia judiciária.

Os seis cidadãos detidos pela polícia judiciária na tarde de terça-feira, entre eles, o presidente em exercício da Bolsa da Valores, Veríssimo Pinto e o empresário Djoy Gonçalves, continuam nas instalações da PJ.

Os mesmos
foram ouvidos durante toda a noite de ontem no tribunal da Praia, e aguardam a decisão do juiz.

Na busca realizada nas residências das seis pessoas, a polícia judiciária
alega ter encontrado documentos comprometedores que liga esses cidadãos, à rede de tráfico de drogas e lavagens de capitais.

Refira-se que na operação “lancha voadora”, a polícia judiciária tinha
efectuado a maior apreensão de drogas no arquipélago que entretanto já foi queimada.

Na operação que contou com a colaboração das polícias holandesa e espanhola, a judiciaria cabo-verdiana apreendeu também 4 viaturas de luxo e somas em dinheiro.

XS
SM
MD
LG