Links de Acesso

Ano de 2011 assinala o ponto de viragem no Afeganistão


Cerimonia da retirada das tropas americanas do Iraque

Cerimonia da retirada das tropas americanas do Iraque

Secretário de Defesa Leon Panetta faz o balanço antecipado da guerra que dura há 10 anos

O Secretario de Defesa Leon Panetta na sua mais recente visita ao Afeganistão evocou os grandes desafios dos 10 anos da intervenção militar americana na região.

Falando a cerca dos engajamentos militares no Médio Oriente, Leon Panetta disse esperar que as tropas estejam a altura de cumprir a missão no Afeganistão.

“O ano de 2011 vai marcar o ponto de viragem a cerca dos esforços no Afeganistão. As nossas tropas têm sido obviamente capazes de reduzir os niveis da violencia. Temos registados em cerca de 5 anos os mais baixos indices da violencia. As forças americanas têm tido sucesso em assegurar a segurança em algumas areas chaves do Afeganistão.”

Os Estados Unidos preveem completar a retirada das suas forças no solo afegão o mais tardar até 2014. O Secretario da Defesa adiantou que a força de coligação internacional liderada pelos Estados Unidos tem tido sucessos na luta contra os rebeldes Talibans na maior parte do país.

Apesar de haver ainda algumas zonas onde os combates se persistem Leon Panetta disse que as forças americanas estão no seu avanço para assegurar o controlo militar e policial de todo o país.

“Claramente penso que o Afeganistão está em melhores condições no que toca as perspectivas de uma transição para um governo que pode governar e assegurar a sua proria segurança.”

As perspectivas de uma transição pacífica estão no entanto a ser postas em causa por causa da degradação das relações com o Paquistão, depois do ataque da NATO do mês passado numa zona da fronteira comum, em que 24 militares paquistaneses foram mortos por erro. O governo do Paquistao reagiu ao incidente encerrando as vias de abastecimento as forças da coligação internacional e transferindo os sistemas de defesa aérea para a zona da fronteira com o Afeganistão.

O Secretário da Defesa disse que a manutenção de boas relações com o Paquistão é crucial para ganhar a guerra no Afeganistão.

Leon Panetta esteve igualmente em Bagdade para assistir a cerimonia da retirada militar americana do Iraque.Numa escala técnica em Djibouti Panetta afirmou que Washington está virando as atenções para o Corno de África e o Iemen onde a al-Qaida e outros grupos terroristas estão a instalar as suas bases.

O Secretário da defesa tinha igualmente previsto visitar a Líbia para fazer o ponto de situação dos apoios americanos na queda do regime do Coronel Muammar Kadhafi.

XS
SM
MD
LG