Links de Acesso

Holbrooke, Morte de um Gigante da Diplomacia


Holbrooke, Morte de um Gigante da Diplomacia

Holbrooke, Morte de um Gigante da Diplomacia

O Presidente Obama enalteceu a figura de Richard Holbrooke, o veterano diplomata americano que morreu, vítima de complicações cardíacas no rescaldo de uma intervenção cirúrgica num dos centros hospitalares aqui de Washington.

Obama chamou Holbrooke gigante da diplomacia americana pelos seus serviços no Afeganistão, Paquistão e noutros campos:

Numa declaração emitida da Casa Branca, o Presidente Obama elogiou Richard Holbrooke como sendo, nas suas palavras, um verdadeiro gigante da diplomacia americana, e que a América tornou-se mais forte, mais segura e mais respeitada durante o meio século dos esforços patrióticos de Richard Harbrooke.

O anúncio da morte do diplomata foi feito pouco depois do presidente americano ter participado na recepção da quadra do natal, no Departamento de estado, um evento em que esteve presente também a família de Richard Holbrooke.

Obama disse que falou com a esposa do malogrado diplomata, manifestando-lhe em nome do povo americano a sua gratidão pelos serviços prestados à nação americana durante a sua vida. O Presidente Obama adiantou, e citamos, “há milhões doutras pessoas pelo mundo cujas vidas foram tocadas, enriquecidas e poupadas pelos esforços de Richard Holbrooke.

A morte do diplomata acontece enquanto o Presidente Obama se prepara para anunciar, ainda esta semana, importantes medidas de revisão da estratégia americana no Afeganistão e no Paquistão. O presidente americano reúne-se ainda hoje, terça-feira, com os conselheiros da sua administração, para discutir novas estratégias no Afeganistão e Paquistão, reunião em que Richard Holbrooke esteve sempre presente na sua qualidade Representante Especial do Presidente naqueles dois países, tendo o Presidente Obama afirmado que se sentia feliz e grato que Halbrooke aceitara o posto.

Entretanto, a Secretária de Estado, Hillary Clinton, que vai estar também presente na reunião, emitiu uma declaração em que dizia, e citamos,”a América perdeu um dos maiores campeões, entre os mais destemidos e dedicados ao serviço público, capaz de enfrentar ditadores, sem recuo, em defesa dos interesses e valores da América nas mais difíceis circunstâncias.

Vários membros do Congresso teceram encómios também ao malogrado diplomata. Ileana Ros-Lehtinen, líder da Comissão da Câmara dos Representantes para Assuntos Estrangeiros, na próxima sessão do Congresso, chamou Holbrooke de uma força dinâmica da diplomacia americana durante mais de cinco décadas, enquanto, por sua vez, o líder da maioria democrata na Câmara dos Representantes, Steny Hoyer, recordava o envolvimento de Holbrooke nos Acordos de Paz de Dayton, pondo fim à guerra na Bósnia, obra afirmou, que terá um impacto duradouro através do globo.

XS
SM
MD
LG