Links de Acesso

São Tomé e Príncipe: Governo acusado de retaliação contra jornalista


São Tomé e Príncipe: Governo acusado de retaliação contra jornalista

São Tomé e Príncipe: Governo acusado de retaliação contra jornalista

Depois de ter censurado a entrevista com Carlos Veiga, governo santomense suspende o programa "Entrevista" de São Lima

Washington, 09 Dez - O governo de São Tomé e Príncipe continua em silencio sobre o anunciado despedimento da jornalista Conceição Lima e do fim do seu programa “Entrevista” na Televisão Santomense – TVS - isto enquanto aumentam as críticas populares em relação a liberdade de expressão e de imprensa.

O executivo santomense tinha na semana passada cancelado uma entrevista do líder da oposição cabo-verdiana, Carlos Veiga que ia ser entrevistado pela jornalista descrita como crítica ao governo.

A ordem de cancelamento da entrevista foi comunicada pelo director da Televisão citando ordens superiores. Dia depois o mesmo viria a anunciar a jornalista em causa o fim do contrato que a vinculava ao órgão.

Dois dias mais tarde e desta vez através do director de programas a direcção da TVS viria a anunciar a suspensão do programa da grelha de emissões até o próximo mês de Janeiro, coincidindo assim com o período de cessação das obrigações da jornalista para com aquele canal de televisão.

Importa referir que a Voz da América tentou ouvir o governo santomense a propósito desta querela mas todos os contactos foram infrutíferos.

A notícia de suspensão do programa “Entrevista” está a ser alvo de críticas da opinião pública santomense. As publicações na internet são as que mais cristalizam essas denúncias contra o governo acusado agora de atentar contra a liberdade de imprensa e de expressão.

O Sindicato de jornalistas marcou para amanhã Sexta-feira uma reunião da sua direcção a fim de pronunciar sobre o caso.

A Voz da América tem vindo a acompanhar esta situação e hoje ouviu a jornalista Conceição Lima dar a sua versão dos factos.

Ouça a entrevista em Mp3...

XS
SM
MD
LG