Links de Acesso

Moçambique: Exames Com Muitos "Chumbos"

  • Francisco Júnior

Moçambique: Exames Com Muitos "Chumbos"

Moçambique: Exames Com Muitos "Chumbos"

Os resultados dos exames, referentes à primeira época, não foram nada famosos.

Um autêntico terramoto, foi o que se viu nas pautas.
Os resultados dos exames, referentes à primeira época, não foram nada famosos.
A Voz da América falou com alguns estudantes de uma das maiores escolas secundárias do país. Estudantes que se mostraram desolados.
Alfabetização e Educação de Adultos, Ensino Técnico, Básico e Médio, Formação de Professores, Ensino Primário e Secundário Geral.
São vários subsistemas de educação cujos estudantes iniciaram, mês passado, os exames finais do ano lectivo 2010.
Mas, de todos, os que tiveram os piores resultados, nas primeiras avaliações, foram os estudantes da décima e décima segunda classes.
Foi assim pelo menos nas escolas da capital do país, onde foram avaliados mais de cem mil alunos, como confirmou à Voz da América Armindo Mutimba, da Direcção de Educação da Cidade de Maputo.
E houve casos em que, numa sala com mais de cinquenta examinandos, apenas um ou dois conseguiram transitar de classe, como sucedeu na Escola Secundária Josina Machel.
Os estudantes questionam os porquês de tanta reprovação, mas já se especula que o fraco aproveitamento pedagógico pode ser resultado da introdução, em Maio deste ano, de um novo regulamento de avaliação do ensino secundário geral.
Regulamento que, no concernente à aprovação final, traz algumas inovações. Uma delas é o facto, por exemplo, de anular a existência de conselhos de exames, o que significa, consequentemente, que deixa de haver votação, quando o aluno obtém uma nota baixa, nos exames.
Um outro factor avançado pelo Chefe do Departamento da Direcção Pedagógica na Direcção de Educação da Cidade de Maputo, como provável razão para explicar os desastrosos resultados dos exames da décima classe é a introdução da nota mínima.RM...
Armindo Mutimba, Chefe do Departamento da Direcção Pedagógica na Direcção de Educação da Cidade de Maputo, em declarações à Voz da América, a explicar algumas das razões que podem justificar os fracos resultados registados nos exames da primeira época, em particular na décima e décima segunda classes.
Neste momento, e desde 29 de Novembro, decorre a segunda época, em todo oa país. Exames que terminam no próximo dia 15 de Dezembro. E a esperança das autoridades é que o cenrário verificado nas primeiras avaliações possa mudar.

XS
SM
MD
LG