Links de Acesso

África do Sul: Presidente apela a uma nova relação entre a Europa e África


África do Sul: Presidente apela a uma nova relação entre a Europa e África

África do Sul: Presidente apela a uma nova relação entre a Europa e África

Zuma diz que a Europa e outros países desenvolvidos deviam apoiar mais o continente

Washington, 03 Dez - O Presidente da África do Sul, Jacob Zuma, disse que o Continente Africano está a fazer progresso no domínio de reformas políticas e que a África deve, doravante, seguir um relacionamento diferente com o mundo industrializado.

Zuma, disse à televisão nacional que a Europa e outros países em desenvolvimento podem prestar importante apoio aos esforços da África para reduzir a sua dependência da ajuda estrangeira que, tal como disse, impede o desenvolvimento económico do Continente.

“Devemos abandonar a ajuda a favor do comércio, sendo essa a razão porque devemos manter o importante relacionamento com a Europa, que ajuda a África a abandonar o grupo de países que apenas recebem ajudas, juntando-se o Continente ao dos que abraçam o comércio.”

Zuma fez a declaração no encerramento da cimeira África-União Europeia, na Terça-feira, em Trípoli. Disse que os governos africanos devem dar prioridade as infra-estruturas tais como, estradas, vias-férreas, instalações eléctricas, como sendo aquelas que mais ajudam a África no seu desenvolvimento.

O líder líbio, Moammar Gadhafi, abriu a cimeira de dois dias afirmando que a parceria entre os dois Continentes até agora fracassou, e que a África não beneficiou dos acordos assinados em Portugal há três anos. A África necessita da cooperação económica, disse o governante sul-africano, e não de lições acerca de como se deve governar, ou ainda, como deve respeitar os direitos humanos.

Por sua vez, os delegados da União Europeia, na cimeira, defenderam a política do grupo para com a África, afirmando que os governos africanos devem libertar as suas próprias economias, melhorar a sua governação e encorajar a democracia.

Disse o governante sul-africano que a África vai abraçar a democracia voluntariamente e que o Continente tem tomado medidas para promover a integração regional e que a Nova Parceira para o Desenvolvimento do Continente, NEPAD, tem igualmente promovido a integração, em África. Jacob Zuma disse que o chamado Mecanismo de Revisão Mútua tem ajudado os governos africanos a examinarem os padrões de governação uns dos outros à escala continental.

Zuma referiu que as Conversações do Grupo de Doha Sobre o Comercio Internacional poderão ajudar também muito na promoção de um novo relacionamento entre a África e as nações industrializadas do globo.

XS
SM
MD
LG