Links de Acesso

Cabinda: Visita de Bispos Causa Mal-Estar

  • Alexandre Neto

Cabinda: Visita de Bispos Causa Mal-Estar

Cabinda: Visita de Bispos Causa Mal-Estar

A visita de dois bispos ao padre Raul Tati detido em Cabinda está a causar óbvio mal-estar em Luanda na sequência de um despacho do correspondente da Rádio Eclésia naquela província.

A visita de dois bispos ao padre Raul Tati detido em Cabinda está entretanto a causar óbvio mal-estar em Luanda na sequência de um despacho do correspondente da Rádio Eclésia naquela província. Preocupados com a possibilidade da sua visita ser interpretada como um apoio aberto aos separatistas os dois prelados irromperam na cabine onde era emitido o noticiário, para rectificar o despacho do correspondente Cristovão Luemba salientando que a visita foi de índole meramente particular.
O bispo Emanuel Imbamba que é o Administrador de uma das dioceses das Lundas foi entrevistado no decurso do serviço noticioso das 12:00 da emissora afecta a igreja católica, que tinha destacado na sua abertura, a visita que efectuou a cadeia do Yabi na companhia de Dom António Jaka bispo da diocese de Caxito.
No essencial o bispo procurou corrigir a ideia alegadamente transmitida sobre o âmbito da visita que realizou. Segundo o prelado eles foram sim ao encontro do padre Raul Tati, detido há quase 1 ano, na qualidade de ex- colega nos anos de formação e não foram para visitar os demais activistas que com ele partilha a cadeia, pela mesma acusação.Foi uma espécie de clarificação, o que acabou por despertar ainda mais atenção para quem acompanhava o noticiário, valorizando deste modo não tanto o incidente com Cristóvão Luemba que é o correspondente local da rádio mas sobretudo a percepção deixada de que os bispos tinham sido alvo dalguma pressão. A presença do padre Raul Tati entre os detidos acusados de um alegado crime contra a segurança do Estado e a falta de iniciativas por parte da igreja que conduzam a tomada de decisões mais célere por parte das autoridades políticas do país, tem suscitado reacções dalguns sectores da sociedade. Segundo analistas por nós contactados a visita dos bispos à cadeia do Yabi teria passado despercebida como era desejável que fosse, para não simbolizar o despertar de solidariedade senão da igreja no seu todo, das entidades a si ligada. Dom Mbilingue que deixou a entender na mesma entrevista que não estava por dentro de quaisquer outros desenvolvimentos em torno da detenção e por conseguinte nada podia dizer sobre os atrasos no pronunciamento do tribunal Constitucional no que toca ao recurso interposto pela defesa.


XS
SM
MD
LG