Links de Acesso

Malanje: Novo Banco Acolhido Com Entusiasmo


BPC Cangandala, Malanje.

BPC Cangandala, Malanje.

Em Malanje a abertura de uma nova agência bancária foi recebida com entusiasmo pelos empresários e pela população.

Em Malanje a abertura de uma nova agência bancária foi recebida com entusiasmo pelos empresários e pela população em geral. Tal como nos refere o Isaias Soares espera-se que o novo balcão bancário venha impulsionar a vida económica regional.

Centenas de postos de trabalhos públicos na maioria dos municípios de Malanje funcionam a meios gás ou encerram em vésperas do pagamento de salários, por ausência de instituições bancárias.
O Banco de Poupança e Crédito, para além do micro -credito versado na bancarização dos ordenados, paulatinamente estende a sua representação no interior desta região.
Esta sexta-feira, abriu o balcão no município de Cangandala, o quarto fora desta sede, o décimo a nível da província e o ducentésimo trigésimo quarto em Angola.
O governador Boaventura da Silva Cardoso preocupado com o absentismo dos funcionários públicos no interior da sua circunscrição reconhece a colaboração do BPC na normalização de mais um problema das comunidades, “o da bancarização dos salários. Problema muito sério que prevalece, persiste em vários municípios, daí o apelo que fizemos aos bancos, de uma forma geral e aqui, queremos agradecer o BPC por corresponder o nosso apelo.
Por que, lamentavelmente a situação da não bancarização dos municípios mais distantes tem nos estado a criar grandes constrangimentos porque há funcionários da Administração Pública que têm que se deslocar à sede da província para levantarem os seus salários, deixando as suas ocupações, realmente, preocupa, cria sérios transtornos nas suas actividades”.
Oitocentos mil dólares norte-americanos foram empregues na construção e apetrechamento da agência do BPC – Cangandala, que além da conta salários privilegia as operações de micro-crédito e os outros serviços tradicionais. Dez jovens beneficiam do primeiro emprego.
Os municípios de Kambundi – Katembo e de Kiwaba – Nzoji e o Projecto Hidroeléctrico de Capanda, em Cacuso, terão as respectivas agências do BPC em princípios de 2011, num lote de 20 previstas.
O Presidente do conselho de administração do BPC, Paixão Júnior garantiu em Cangandala que “a ideia é continuar esse processo de expansão, há mais 2 municípios que o próximo ano vão ser beneficiados, para além do balcão da Gamek, de maneira que estou convencido que na medida que o tempo vai passando vamos cumprir com as orientações do governo da província de Malanje”.
O administrador municipal de Cangandala, Joaquim António Marta, exclamou, afirmando que não sabia “medir as vantagens que teremos no nosso município, tendo em conta a abertura deste banco aqui. Ele vai trazer progresso para a população, vai trazer desenvolvimento, vai trazer emprego aqui, vai trazer tudo aquilo que o nosso povo necessita”.
A carteira de créditos do BPC ronda aos 3 bilhões de dólares, em que um terço foi cedido a particulares.
O município de Cangandala, cerca de 30 quilómetros a sul de Malanje, é o santuário da palanca negra gigante e agora está mais próximo do sul de Angola com a reinauguração da ponte sobre o rio Kwanza.

XS
SM
MD
LG