Links de Acesso

NATO Admite Maior Cooperação com África


Parceria com África? Sede da NATO em Bruxelas

Parceria com África? Sede da NATO em Bruxelas

NATO "não pode ser polícia do mundo", diz analista. Mas poderá haver parcerias para combater ameaças

Lisboa, 22 Nov - O novo conceito estratégico da NATO, definido na cimeira de 18 e 19 de Novembro, em Lisboa, abre as portas a parcerias específicas com países africanos, se isso for necessário para enfrentar ameaças à segurança internacional.
O documento não menciona especificamente o continente africano, como fora defendido pelo ministro português da Defesa, Augusto Santos Silva, mas refere-se a parcerias regionais para enfrentar novas ameaças, uma delas a pirataria que se manifesta com especial gravidade ao largo da costa nordeste de África.
A NATO, que afastou, pelo menos por agora, os preceitos militares da Guerra Fria, manifesta renovada preocupação com o terrorismo, as ameaças via internet, e o acesso generalizado a mísseis, como novas ameaças à segurança internacional.
Ouça a análise de Martim Cabral, apresentador e coordenador do programa “Sociedade das Nações”, do canal de televisão português SIC Noticias.

XS
SM
MD
LG