Links de Acesso

Estados Unidos vão apoiar as eleições de 2012 em Angola

  • Teodoro Albano

Christopher McMullen, embaixador dos Estados Unidos em Angola, num discurso recente em Luanda (foto de arquivo)

Washington fortemente engajado no processo de desenvolvimento e democratização de Angola

Os Estados Unidos da América estão fortemente engajados no processo de desenvolvimento e democratização de Angola.

Deixou transparecer esta ideia o embaixador norte-americano em Angola, Christopher McMullen, em visita de trabalho à província da Huíla nesta terça-feira.

Na ocasião Chris McMullen anunciou que o seu país está a preparar-se para apoiar as eleições em Angola de 2012 com programas de capacitação de vários agentes ligados ao processo.

“Durante a campanha eleitoral vamos disponibilizar fundos para apoiar programas em que partidos políticos e sociedade civil possam participar, também temos um programa para formação dos jornalistas na cobertura das eleições, temos um programa para educação dos votantes e observadores domésticos, nós temos um engajamento na área política.

Os Estados Unidos olham a possibilidade de alargar os interesses de investimentos na província da Huíla e a pecuária forte na região é uma hipótese segundo o diplomata americano.

Para já o bolo maior dos investimentos na Huíla está voltado para o sector social nomeadamente a educação e saúde que já consumiram cerca de 16 milhões de dólares, disse Christopher McMullen.

“Nós temos programas na área de saúde, a USAID a nossa agência internacional de desenvolvimento dos Estados Unidos, temos um investimento de 16 milhões de dólares na Huíla maioritariamente dirigido a área da saúde para combater a malária e a sida.”

O diplomata norte-americano nesta visita à Huíla manteve encontros com os mais representativos partidos políticos na região, nomeadamente, MPLA, UNITA e PRS para além de uma reunião com a associação de empresários da Huíla, AAPCIL.

XS
SM
MD
LG