Links de Acesso

Melhorar a saúde da mulher e da criança, em Moçambique

  • Francisco Júnior

Melhorar a saúde da mulher e da criança, em Moçambique

Melhorar a saúde da mulher e da criança, em Moçambique

Três milhões e oitocentas mil crianças dos seis aos cinquenta e nove meses vão receber doses de vitamina A

Uma campanha que visa atingir crianças e mulheres.

Três milhões e oitocentas mil crianças dos seis aos cinquenta e nove meses, que irão receber doses de vitamina A, e cerca de três milhões e trezentas mil, dos doze aos cinquenta e nove meses, a quem serão administradas Mebendazol, um desparasitante.

Maria Benigna Matsinhe, Chefe do Programa Alargado de Vacinações no Ministério da Saúde, explicou à Voz da América os objectivos desta campanha.

De 14 a 18 de Novembro, em todas as unidades sanitárias, uma campanha que, a nível nacional, pretende suplementar, com vitamina A, crianças dos seis aos cinquenta e nove meses, e, ainda, proceder à sua desparasitação, com Mebendazol.

Uma semana durante a qual será igualmente feita a triagem nutricional e o planeamento familiar, sendo o principal alvo mulheres em idade fértil, isto é, dos 15 aos 49 anos.

Maria Benigna Matsinhe, Chefe do Programa Alargado de Vacinações no Ministério moçambicano da Saúde, explicando à Voz da América o detalhes de uma campanha destinada a atingir crianças e também mulheres. Uma campanha que iniciou segunda e termina sexta-feira próxima. Campanha que irá, no global, absorver três milhões e quinhentos mil dólares americanos, dinheiro desembolsado pelo governo moçambicano, pelo Banco Mundial, pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância, UNICEF, pelo Fundo das Nações Unidas para a População, FNUAP, e por diversos outros parceiros de cooperação.

XS
SM
MD
LG