Links de Acesso

Há produtos suficientes em armazéns de Maputo para a quadra festiva


Há produtos suficientes em armazéns de Maputo para a quadra festiva

Há produtos suficientes em armazéns de Maputo para a quadra festiva

O único senão é o défice de frango

A quadra festiva está quase à porta. O governo da cidade de Maputo, capital do país, garante que há produtos suficientes em armazéns para a quadra festiva. A governadora da cidade, Lucília Hama, visitou alguns principais armazéns.

No final, o seu Director de Comércio, Armindo Barradas, disse que não há aviso de mau tempo em termos de produtos básicos, desde arroz, batata, cebola e bebidas para as festas do Natal e do fim do ano.

O único senão apresentado pelos produtores é o défice de frango, que deve ser reforçado através de importações.

“Podemos dizer que no aspecto relacionado com os produtos alimentares, casos de farinha, arroz, açúcar, refresco e outros produtos mais procurados na quadra festiva há uma grande garantia” disse Armindo Barradas, Director do Comércio na cidade de Maputo.

Barradas acrescentou que “simplesmente, temos algum aspecto relacionado com a falta de frango, mas há um plano B de importação accionado pelos agentes económicos”.

O Director do Comércio na cidade de Maputo não revelou o nome do país de origem de importação de frangos, mas no passado os agentes económicos traziam-os do Brasil.

Armindo Barradas disse que os supermercados de origem sul-africana que operam em Moçambique, tais como Pick and Pay e Shoprite, garantiram que não haverá falta de produtos básicos.

Segundo Barradas, o Governo da capital do País apelou aos empregadores para pagarem cedo os salários no sentido de evitar que os trabalhadores tenham que fazer compras à ultima hora, situação que pode influenciar os preços.

Ao que tudo indica as inundações que assolam a Tailândia ainda não afectaram o fornecimento de arroz ao mercado moçambicano. Grande parte de arroz consumido em Moçambique é importada da Tailândia e do Paquistão.

A garantia de produtos para quadra festiva é sempre considerada uma notícia em Moçambique, porque o País ainda depende largamento de importações de arroz, trigo, batata e cebola. Quase sempre tem havido ruptura deste tipo de produtos no mercado na véspera da quadra festiva, devido ao aumento da procura criando situações de especulação de preços, que acabam provocando aumento de inflação.

Por enquanto, a situação está controlada. A ver vamos.

XS
SM
MD
LG