Links de Acesso

Polícia brasileira ocupou principais favelas do Rio de Janeiro


Presidente Dilma Rousseff

Presidente Dilma Rousseff

Cerca de três mil efectivos da polícia e forças armadas participaram na operação

A ocupação policial nas favelas da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, no Rio de Janeiro, foi realizada com êxito nas primeiras horas do dia de domingo sem a ocorrência de um único disparo

A operação iniciou-se com a entrada de mais de uma dezena de veículos blindados das Forças Armadas e de 40 homens do Batalhão de Operações Especiais.

Os moradores, que foram aconselhados a ficar nas suas casas durante a chegada dos agentes, já circulam pelas vias da maior favela da América Latina.

Durante a operação, alguns veículos da polícia chegaram a encontrar dificuldades para subir devido aos entulhos e óleo colocados em algumas das vias para dificultar sua chegada.

Segundo informações da Central de Operações da Polícia, cerca de três mil homens participam da operação, entre eles mil agentes da Polícia Militar, 194 fuzileiros navais e 200 homens da Polícia Federal.

A acção também contou com o apoio de soldados especializados em florestas, que ocuparam o morro 36 horas antes da chegada policial, para evitar a fuga de bandidos para dentro da mata que cerca a comunidade.

XS
SM
MD
LG