Links de Acesso

Namibe: Procuradoria elogia comandante da polícia


Procurador geral adjunto de Angola, Pascoal António Joaquim.

Procurador geral adjunto de Angola, Pascoal António Joaquim.

Lançada campanha contra corrupção policial

Procurador elogia polícia do Namibe

Na província angolana do Namibe oas estruturas de comando da polícia lançaram uma campanha contra a corrupção que está a ser elogiada pela procuradoria geral.

Muitos agentes da corporação que no exercício da sua actividade cometeram excessos, estão a responder no gabinete de inspecção, órgão vocacionado a averiguar actos disciplinares no seio da polícia.

A população está a ser incentivada a denunciar comportamentos ilegais dos agentes policiais.

O trato humano dos cidadãos nas esquadras policiais, o policiamento de proximidade, sâo algumas das medidas empreendidas pelo comandante provincial da Policia Nacional António Pedro Kandela.

O procurador-geral adjunto da Republica Dr. António Pascoal disse á Voz da America que a polícia não pode ser vista como inimigo do povo.


«Este Comandante Provincial, pelas informações que tenho, é uma pessoa bastante dinâmica, é um comandante operativo, zeloso portanto no cumprimento das suas obrigações," disse o procurador geral adjunto.

Pascoal disse que o agente policial "é um cidadão apenas com obrigações que lhe são inerentes, no exercício das funções de policia".

"Não deve ser inimigo do povo, mas o amigo, aquém o povo deve esperar a resposta da sua preocupação», disse o magistrado do ministério público.

Realçou que a estruturação funcional e comportamental da polícia no Namibe deve servir de exemplo para o resto do país.

«Nós devemos congratular este exercício na província do Namibe, encorajar que assim se prossiga e apelar à nossa população, a ter cada vez mais confiança aos órgãos da justiça e do estado angolano», reiterou o procurador-geral Adjunto da Republica Dr. António Pascoal, na avaliação da relação policia e cidadão na província do Namibe.

XS
SM
MD
LG