Links de Acesso

Demolidas mais 30 casas perto do Lubango

  • Teodoro Albano

Demolidas mais 30 casas perto do Lubango

Demolidas mais 30 casas perto do Lubango

Habitantes perdem investimentos que fizeram a grande custo. Policia faz uso de armas de fogo durante demolições na Tchavola

Demolições na Tchavola

Perto de três dezenas de residências foram demolidas nos últimos dias no bairro da Tchavola nos arredores da cidade do Lubango.

O martelo demolidor voltou numa acção levada a cabo por elementos afectos à administração municipal do Lubango, acompanhados da polícia que chegou a recorrer aos disparos para travar a fúria de grupos de moradores que se mostravam inconformados com a acção.

Na sua maioria nativos da Tchavola, os moradores dizem-se encurralados e injustiçados na sua própria terra, conforme contou a dona Arlete Isaías, solteira e mãe de duas crianças.

“ O estado não é a população? O presidente sozinho não é estado! O governador sozinho não é estado! O estado é o povo. Invés de partirem as casas primeiro mobilizavam as pessoas," disse.

"Nós estamos revoltados. Eu sou órfã de pai tenho dois filhos para sustentar não tenho marido, agora fiz meu esforço com tanto sacrifício tudo para nada, eu gastei dinheiro nessa obra… mesmo que for a tal governação é assim que se governa o povo?,” acrescentou.

Outra vitimas das demolições Maria Emília diz que viu vários hectares de terras seus expropriados e agora não tem onde cultivar tal como fazia no passado.

“A minha mãe nasceu aqui o meu pai nasceu aqui as nossas filhas todas nasceram aqui, como é que o governo já nos tira isso, a gente está habituada a cultivar, nós não sabemos fazer negócios, estamos habituados a comer à nossa custa, nós somos nativos temos direito de cultivar, o governo não pode nos fazer passar esse sofrimento. Isso tudo era minha lavra e agora esta tudo ocupado,” disse.

XS
SM
MD
LG