Links de Acesso

2010: A Campanha Eleitoral Americana Mais Cara de Sempre


2010: A Campanha Eleitoral Americana Mais Cara de Sempre

2010: A Campanha Eleitoral Americana Mais Cara de Sempre

Estimativas apontam para o dispêndio de 4 mil milhões de dólares pelos candidatos ao Senado, Câmara dos Representantes e Governadores

A candidata republicana a governadora do estado da Califórnia, Meg Whitman, gastou mais de 140 milhões de dólares da sua fortuna pessoal, para financiar a campanha eleitoral. Whitman, ex-presidente executiva da empresa EBay.com bateu um recorde absoluto, num ano de recordes.

Estimativas de vários especialistas publicadas na Imprensa dos Estados Unidos referem que, quando forem fechadas as contas, das eleições intercalares de 2 de Novembro, se terão gasto 4 mil milhões de dólares.

No Senado, a campanha com mais dinheiro é a do democrata do Colorado, Michael Bennett, com de 27 milhões de dólares.

Na Câmara dos Representantes o candidato com mais fundos é igualmente democrata: Mark Schauer, do 7º distrito eleitoral de Michigan, com quase 6 milhões e meio de dólares.

Entre os candidatos a governador estadual a recordista, como referimos, é Meg Whitman.

Grupos políticos democratas e republicanos, sem ligação directa aos candidatos mas actuando na mesma zona ideológica, angariaram quase 100 milhões de dólares para gastarem no apoio aos seus candidatos ou causas favoritos.

XS
SM
MD
LG