Links de Acesso

Debate dos Presidenciáveis no Brasil -Escândalos e exploração do petróleo


Debate dos Presidenciáveis no Brasil -Escândalos e exploração do petróleo

Debate dos Presidenciáveis no Brasil -Escândalos e exploração do petróleo

<a href="http://www.voanews.com/portuguese/news/special-reports/politics/Elecoes-Brasil-2010-103951788.html"> http://media.voanews.com/images/brazil-elections-480.jpg

Os candidatos Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) voltaram a trocar duras acusações na noite de segunda-feira (25) durante o terceiro debate do segundo turno das eleições presidenciais brasileiras, realizado pela Rede Record de televisão. As trocas de críticas giraram, principalmente, em torno dos escândalos da campanha e dos planos dos candidatos para os projetos de exploração de petróleo no Brasil.

Parte do encontro foi marcada pelas tentativas dos candidatos de explorar as acusações contra Erenice Guerra, ex-ministra-chefe da Casa Civil, ligada a Dilma, e Paulo Vieira Souza, ex-diretor de Engenharia da Dersa, ligado a Serra. A partir da segunda parte do debate, o confronto entre os dois presidenciáveis girou em torno das contradições no discurso de cada um sobre a atuação da Petrobras.

Os dois candidatos trataram, pela primeira vez nos debates do segundo turno, da questão ambiental. Dilma Rousseff questionou José Serra sobre as políticas dele para a área. A candidata petista destacou que o governo Lula propôs metas voluntárias na última reunião da ONU sobre mudanças climáticas, em Copenhague, para a redução de gases que causam efeito estufa. Já José Serra, acusou o governo Lula de contribuir para o desmatamento da Amazônia ao dar crédito, por meio do BNDES, para a expansão da pecuária na região.

XS
SM
MD
LG