Links de Acesso

"Motoqueiros" causam confusão em Malanje


Carlos Xavier, Secretário da JURA em Malanje

Carlos Xavier, Secretário da JURA em Malanje

Concentração frente à sede da UNITA exige capacetes prometidos

Mais de 500 moto-taxistas manifestaram-se hoje de manhã de fronte as instalações do partido Unita e em algumas artérias da cidade de Malanje, alegadamente por serem excluídos no donativo entregue pela Associação dos Jovens Provenientes da Zâmbia (Ajapraz) .

Os Motoqueiros disseram á Voz da América que a UNITA lhes tinha prometido capacetes mas ao certo ninguém sabia concretamente quem convocou os moto-taxistas que suspenderam as actividades em mais de hora e meia, o que dificultou o transporte de centenas de funcionários e cidadãos comuns de um ponto a outro da cidade e arredores.

A Unita, segundo o secretário da Jura, Carlos Xavier negou que o seu partido tivesse feito qualquer promessa nesse sentido.

“Como sabe a Ajapraz é uma organização afecta ao MPLA que há alguns dias efectuou a distribuição de determinados capacetes aqui na província de Malanje, que não chegou para todo o mundo,” disse Xavier para quem esse acto se destinava a apaziguar os “motoqueiros” insatisfeitos com o modo como as autoridades com eles lidam.

“ Face a esta insatisfação dos jovens moto-taxis, relativamente à corrupção a Ajapraz veio aqui entregar um capacete, mil kwanzas e um pacote de bolacha e uma gasosa. Nós não prometemos capacete algum,” disse o dirigente da juvnetude da UNITA.

O secretário da Jura disse que muitos dos “motqueiros” tinham participado na acção de hoje comno protesto contra a burocratização na emissão dos livretes dos motociclos e licenças de condução como outra razão para a realização do referido acto.

O chefe de secretaria da Administração Municipal de Malanje, José Luís refuta as acusações dos moto-taxistas da circunscrição e do responsável da Unita em relação à legalização dos meios e dos seus utentes.

“Não corresponde à verdade o argumento que eles alegam, porque quanto a Administração Municipal tem os seus serviços abertos de segunda á Sexta-feira,” disse afirmando haver “alguns procedimentos administrativos” para quem por exemplo quer tirar a licença de condução.

“A maior parte dos mota-taxistas furta-se a fazer os exames razão pela qual argumentam falsamente que não estamos a passar licenças para os moto-taxistas, ” acrescentou.

XS
SM
MD
LG