Links de Acesso

Cientistas Relacionam Actividade Humana e a Mudança do Clima

  • Paulo Oliveira

Cientistas Relacionam Actividade Humana e a Mudança do Clima

Cientistas Relacionam Actividade Humana e a Mudança do Clima

Cientistas etíopes escavaram fosséis, fauna e flora com 22 milhões de anos, concluindo uma cadeia de dados que poderá fazer luz sobre o fenómeno da alteração climática.

Os cientistas estão a trabalhar no sentido de quantificar a relação entre a actividade humana e a mudança do clima.

A última descoberta foi feita num antigo lago situado a 150 quilómetros par noroeste da capital Etíope. Não se trata no entanto do mais antigo anfíbio, mamífero ou fóssil de peixe em África.

O investigador principal Mulugeta Feseha, um geólogo da Universidade de Addis Abeba, sustenta que completa a imagem das condições climáticas ao longo de um período de 30 milhões de anos.

“Trata-se de um aspecto único da geologia Etíope que pode contribuir no sentido de um modelo do clima antigo ou a reconstrução do ambiente. Quando pensamos em desenvolver um modelo temos de encontrar locais que sejam 28 milhões, 25 milhões, 20, dez até ao zero. Por isso este fóssil de 22 milhões de anos preenche a lacuna que nunca foi identificada na totalidade do continente africano”.

Mulugeta destaca que uma vez que não existiam seres humanos na terra há 20, trinta milhões de anos, comparando os níveis de dióxido de carbono entre aquele período e agora, vai ajudar a compreender em que medida a actividade humana tem afectado a alteração climática.

“Conhecendo a concentração do dióxido de carbono naquela altura e conhecendo a concentração do dióxido de carbono de agora, que sabemos, pode dar-nos uma ideia se nos encontramos num momento de aquecimento global”.

O primeiro-ministro etíope, Meles Zenawi, encontra-se na vanguarda das negociasses sobre clima destinadas a persuadir os Estados Unidos e os outros países desenvolvidos a pagar pelos danos cometidos nas alterações climáticas provocadas pelos seres humanos.

Zenawi vai chefiar uma delegação de dez chefes de Estado Africanos que vão estar presentes em Dezembro em Cancun na cimeira sobre o clima.

Meles afirmou todavia esperar que a cimeira de Cancun venha a ser um fracasso, tendo acusado as nações desenvolvidas de não levarem a sério a procura de um acordo sobre a mudança climática.

XS
SM
MD
LG