Links de Acesso

Refugiados angolanos no Congo Brazzaville começaram a regressar

  • José Manuel

Refugiados angolanos no Congo Brazzaville começaram a regressar

Refugiados angolanos no Congo Brazzaville começaram a regressar

O regresso dos refugiados está rodeado de especulações e suspeitas

Refugiados angolanos residentes no Congo Brazzaville começaram a regressar voluntariamente ao país após longos anos de asilo em consequência do conflito separatista naquele enclave angolano.

São cerca de 26 famílias que decidiram regressar ao país no último fim-de-semana.

As autoridades da província aguardam a chegada de mais refugiados nos próximos dias. Para o efeito, deslocou-se ao Congo Brazzavile uma delegação angolana chefiada pela vice ministra da Reinserção Social para negociar com as autoridades congolesas para o regresso de mais de 3 mil refugiados que se encontram nos campos de Kundi Imbaka, e Nkomi.

A vice-governadora para os Assuntos Políticos Aldina da Lomba disse na recepção dos primeiros refugiados estarem reunidas as condições para a sua reintegração social.

Entretanto, o regresso de refugiados Cabindas, residentes no Congo Brazzaville está rodeado de especulações e suspeitas, uma das quais defendidas pelos círculos do executivo angolano, dos campos de refugiados servirem de esconderijos das forças independentistas da FLEC.

XS
SM
MD
LG