Links de Acesso

Angola: Animador da "Rádio Despertar" Esfaqueado em Luanda

  • Eduardo Ferro

Angola: Animador da "Rádio Despertar" Esfaqueado em Luanda

Angola: Animador da "Rádio Despertar" Esfaqueado em Luanda

Um conhecido animador de programas da rádio Despertar foi esfaqueado esta madrugada em Luanda

Os dados sobre o local e as circunstâncias em que ocorreu o incidente estão por confirmar.
Contam testemunhas que António Júnior Manuel da Silva “Jójó” viu-se hoje pela madrugada cercado por quatro indivíduos não identificados que se apresentaram como admiradores seus pelo programa que apresenta, quando saía de um dos restaurantes por si frequentados na Viana, vila onde reside, 30 quilómetros sudeste de Luanda.

O golpe com o objecto perfurante foi rápido, mas a vítima teve ainda tempo de usar do seu telefone para chamar um dos colegas que o socorreu.
Até ao momento em que expedíamos este apontamento a vítima encontrava-se numa unidade hospitalar sob observação médica.

Djando que em língua nacional umbumdo significa dança folclórica dos povos do sul, é o nome dado ao programa humorístico crítico realizado por uma equipa de colaboradores da rádio Despertar.
Bela é trabalhadora da casa de jogos, espaço situado na rua Garcia Neto no município da Viana, frequentado por Jojó.
A nossa entrevistada mostrou-se surpreendida com a notícia e lembra como viu a vítima horas antes.

Pela natureza popular e crítica, o espaço conquistou grande audiência de apreciadores, como é natural tem seus contestatários de modo que os realizadores são permanentemente assediados.


Este é um incidente ao qual se junta um anterior que levou a vida de ... Chakussanga, animador de programa em língua nacional umbundo atingido a tiro na sua própria residência no passado mês de Setembro.
O caso não foi esclarecido pela polícia até ao momento.

Mesmo cercados deste ambiente de terror em que trabalham, os seus realizadores dizem-se conscientes do perigo que enfrentam.

Familiares foram vistos esta manhã na 43ª Esquadra da polícia na Viana.

Todos esforços por nós encetados para ouvir a versão da polícia não resultaram.

XS
SM
MD
LG