Links de Acesso

Liberdade de Imprensa: Cabo Verde é o Melhor na CPLP


Liberdade de Imprensa: Cabo Verde é o Melhor na CPLP

Liberdade de Imprensa: Cabo Verde é o Melhor na CPLP

O país com mais liberdade de informação em África é a Namíbia, ocupando o 22º lugar no ranking mundial elaborado pela organização da sociedade civil Repórteres Sem Fronteiras.

O segundo entre os africanos é Cabo Verde, em 26º lugar. Um lugar superior a todos os outros países de língua portuguesa, incluindo Portugal. Angola, como aconteceu em anos anteriores, é o país lusófono com menos liberdade.

A lista dos Repórteres Sem Fronteiras é elaborada com base em 43 critérios que incluem, entre outros, a morte de jornalistas, ou agressões a estes ou aos seus familiares; actos de intimidação; censura e confiscação de publicações ou material; impunidade de quem mata agride ou intimida; auto-censura; pressões financeiras; natureza restritiva da legislação sobre a comunicação social; nível de independência dos órgãos de informação do estado; e a liberdade na internet.

Dos 200 países analisados, o melhor é a Finlândia (seguida dos países do Norte da Europa). O pior é a Eritreia (rodeada por outros países africanos, asiáticos e Cuba). Os Estados Unidos aparecem em 20º lugar.

Quanto aos lusófonos Cabo Verde é 26º, o Brasil 58º, a Guiné-Bissau 67º, Timor-Leste 94º, Moçambique 98º e Angola 104º.

Portugal desceu da posição 32 para a 40 queda registada em muitos outros países da União Europeia. Os Repórteres Sem Fronteiras lamentam este fenómeno e afirmam que se a situação não for corrigida os países europeus podem perder o seu lugar de líderes no respeito pelos direitos humanos.

Dos 27 países da União, 13 estão entre os 20 primeiros, mas os restantes estão mal cotados, nomeadamente a França em 44º lugar, a Itália em 49º, a Roménia em 52º, e Grécia e a Bulgária em 70º

O relatório lamenta, ainda, que entre os países mais autoritários a repressão dos jornalistas tenha aumentado. E nota que o Ruanda, o Iémen e a Síria se juntaram à Coreia do Norte e Myanmar como aqueles que mais maltratam os jornalistas.

XS
SM
MD
LG