Links de Acesso

São Tomé critica resposta da ONU à crise na Líbia


Manuel Salvador Ramos, ministro dos Negócios Estrangeiros de São Tomé e Príncipe

Manuel Salvador Ramos, ministro dos Negócios Estrangeiros de São Tomé e Príncipe

Falando na Assembleia-geral das Nações Unidas, Ministro dos Negócios Estrangeiros realçou a exclusão da União Africana da solução da crise político-militar na Líbia

O ministro dos Negócios Estrangeiros de São Tomé e Príncipe criticou a acção das Nações Unidas na busca de uma solução para a crise política na Líbia, tendo afirmado não ter havido uma "parceria responsável" com a União Africana.

Salvador dos Ramos queixa-se assim da exlcusão da UA das inciativas do Conselho de Segurança mais a NATO e os demais parceiros, e defende a reforma das Nações Unidas para responder às exigências do mundo moderno.

Salvador dos Ramos reafirmou também o apoio de São Tomé e Príncipe à Palestina, reconhecendo-lhe o direito de guiar o seu destino, sem por em causa a existência do Estado judaico de Israel.

Na Agenda Africana desta semana ouvimos o chefe da diplomacia Santomense evocar as razões da reforma das Nações Unidas e do apoio do seu país ao reconhecimento do Estado da Palestina.

Ouça o segmento sonoro no inicio desta página...

XS
SM
MD
LG