Links de Acesso

São Tomé quer aumentar acesso à alfabetização

  • Paulo Oliveira

São Tomé quer aumentar acesso à alfabetização

São Tomé quer aumentar acesso à alfabetização

Iniciativa visa ajudar a cumprir Objectivos do Milénio

Tendo em vista alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, a TESE - Associação para o Desenvolvimento, uma ONG portuguesa tem em curso, em São Tomé e Príncipe, projectos desenvolvidos pelos Engenheiros Sem Fronteiras e visando aumentar o acesso à alfabetização de crianças e de adultos, em particular de mulheres.

Sara Dourado, a coordenadora na TESE do projecto Escolas Solares em São Tomé e Príncipe, referiu à Voz da América, que o projecto foi implementado de parceria com o ministério da Educação, Cultura e Formação daquela nação.

Sara Dourado referiu igualmente que o projecto Escolas Solares de São Tomé e Príncipe, abrange 42 salas de 31 escolas, aumentando em 28 mil o número de horas de aulas/ano, para apoiar e melhorar os serviços de gestão escolar, e capacitar técnicos em manutenção e instalação de sistemas de energia solar.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, São Tomé e Príncipe encontra-se na centésima nona posição em 179 nações na listagem mundial de alfabetização.

XS
SM
MD
LG