Links de Acesso

Ciência e Objectivos do Milénio


Ciência e Objectivos do Milénio

Ciência e Objectivos do Milénio

Cientistas de mais de uma dezena de nações da região ocidental de África debatem formas como usar a tecnologia para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Como tem sido referido por nos dirigentes mundiais encontram-se reunidos em Nova Iorque para debate dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio – um conjunto de objectivos que vão desde a redução da mortalidade infantil e materna à redução a metade do número de pessoas que passam fome até ao ano de 2015.

No entretanto num recente encontro de jornalistas e de cientistas na Nigéria de mais de uma dezena de nações africanas, os participantes lamentaram a falta de importância que a tecnologia e a ciência desempenham no alcance daqueles objectivos.

Uma Bindir, director do Gabinete nigeriano para a Aquisição e a Promoção da Tecnologia, falou do papel que a ciência deve desempenhar no desenvolvimento.

“Temos que assegurar que a ciência esteja ligada à tecnologia, e que a tecnologia está relacionada com os produtos, aos processos de conhecimento. “

Bindir salientou que dos oito objectivos do Milénio que foram enunciados, o mais importante é o da redução da pobreza a metade, mas que a anuência de estatísticas torna isso difícil.

Na Nigéria, onde a conferência foi realizada mais de seis mil milhões foram gastos, nos últimos quatro anos, nos objectivos, mas que 70 por cento da população ainda vive na pobreza.

Chris Cormency, o conselheiro da UNICEF para a água, a higiene e sanidade, sustenta que o Senegal é um país que usa a tecnologia para alcançar alguns dos objectivos.

“Já realizaram no Senegal, algumas coisas inovadoras no domínio da água. Penso que umas das coisas que alcançaram estão relacionadas com as iniciativas tecnológicas, como o uso de celulares.”

Bindir sustenta que apesar dos avanços como os do Senegal, o caminho dos laboratórios para a indústria ainda permanece longo.

XS
SM
MD
LG