Links de Acesso

O Sector Agrícola de África Pode Alimentar a Sua População

  • Paulo Oliveira

O Sector Agrícola de África Pode Alimentar a Sua População

O Sector Agrícola de África Pode Alimentar a Sua População

O sector agrícola de África tem o potencial não só de alimentar a sua população como em se tornar o celeiro do mundo, afirmou em Windhoek, Majele Sibanda.

Sibanda, o director da Rede de Analise da Politica para a Alimentação, a Agricultura e os Recursos Naturais acrescentou que a África detêm 60 por cento da terra arável não cultivada do mundo, existindo o potencial para as culturas africanas crescerem em valor mais de três vezes de 280 mil milhões para 880 mil milhões.

Posteriormente em Accra mais de 800 pessoas participaram num encontro para acordar numa estratégia para o investimento na agricultura africana no sentido de melhorar a segurança alimentar e promover o crescimento económico.

Vários desenvolvimentos positivos sugerem que África se encontra no caminho para uma maior segurança alimentar e crescimento económico.

O Malawi transformou-se de um receptor de assistência alimentar em 2008 para uma nação exportadora de milho, nos quatro anos imediatos. O Ruanda aumentou a produção alimentar em 15 por cento em 2007 e 16 por cento em 2008.

Na Tanzânia um programa governamental de apoio aos agricultores com vales para a aquisição de sementes e de fertilizantes permitiu a 700 mil pequenos agricultores produzirem cinco milhões de toneladas de trigo.

Um recente relatório da Fundação Bill e Melinda Gates refere que o Ghana se encontra a caminho de ser o primeiro país africano a alcançar o objectivo de Desenvolvimento do Milénio a reduzir em metade a pobreza e a fome.

O Ghana reduziu em 75 por cento os níveis da fome entre 2007 e 2004, e a sua produção agrícola cresceu à média de cinco por cento ao ano nos últimos dez anos.

O Instituto de Pesquisa Internacional para a Politica Alimentar avalia que África vai necessitar anualmente entre 32 e 39 mil milhões de dólares para obter a totalidade do potencial do sector agrícola.

Em África, 19 nações estabeleceram planos para acelerar o crescimento agrícola anual em seis por cento ao ano e isto ao abrigo do Programa para o Desenvolvimento Global da Agricultura.

Os desafios ao crescimento da agricultura em África incluem a má qualidade dos solos, a ausência de financiamento e a reduzida politica de apoio.

Estes factores tem sido complicados pela mudança climática e as ameaças à biodiversidade e aos recursos naturais, que tem comprometido a saúde do solo e a disponibilidade de água.

XS
SM
MD
LG