Links de Acesso

Armindo Sikela, membro da UNITA em Benguela, foi assassinado


Armindo Sikela, membro da UNITA em Benguela, foi assassinado

Armindo Sikela, membro da UNITA em Benguela, foi assassinado

O 27º assassinato político de quadros naquela província

Segundo Vitorino Nhany, secretário provincial da UNITA, em Benguela, entrevistado pela Voz da America, Januário Sikaleta foi assassinado a cem metros da sua casa.


A Polícia Nacional já tomou conta da situação, os mesmos não tinham qualquer informação sobre quem terão sido os autores do hediondo crime.

Tenente-coronel das FAA, na reserva, Januario Armindo Sikaleta, era membro do Comité Provincial da UNITA em Benguela, e secretário municipal no Bocoio.

De salientar que desde o memorando do Luena, segundo dados fornecidos pela direcção da UNITA, em Benguela, este é o 27 assassinato político de quadros naquela província.

XS
SM
MD
LG