Links de Acesso

O Presidente Obama Desafiou Novamente Congressistas Republicanos

  • Paulo Faria

O Presidente Obama Desafiou Novamente Congressistas Republicanos

O Presidente Obama Desafiou Novamente Congressistas Republicanos

O presidente Obama desafiou novamente os congressistas republicanos a acabarem com a sua oposição ao prolongamento da redução de impostos aos americanos da classe média. O presidente pressionou também para que o Congresso aprove legislação destinada a ajudar as pequenas empresas afectadas pela recessão económica nos Estados Unidos.

Obama, depois de um encontro com conselheiros económicos, o vice-presidente Biden e outros membros do governo, saudou a votação no Senado na terça-feira que conduz o projecto de lei das pequenas empresas para a sua aprovação final após meses do que chamou de bloqueio partidário.

A legislação cria um novo fundo operado pelo governo para ajudar pequenos bancos a aumentarem o número de empréstimos a pequenas empresas e conceder reduções de impostos.

Os republicanos afirmam que a medida será ineficaz. Fizeram uma forte campanha contra a medida, em parte para evitar que o presidente Obama obtivesse uma vitoria legislativa chave semanas antes das eleições intercalares em Novembro.

A votação processual no Senado, acontecida quando dois senadores republicanos a beira de se retirarem do Congresso se terem juntado aos seus colegas democratas, abre caminho para uma votação final do Senado e espera-se uma fácil aprovação na Câmara dos Representantes.

Obama tem agora pela frente um assunto muito maior em debate nacional – se prolonga os cortes de impostos da era Bush que expiram no final do ano.

Os republicanos insistem em prolongar as reduções de impostos a todos os americanos, incluindo aqueles que ganham mais de 400 mil dólares por ano. Obama afirma que não se pode dar a esse luxo e voltou a acusar os republicanos de estarem a manter refém a classe média.

“Não temos tempo para mais jogos. Entendo que uma eleição esta para breve. Mas o povo americano não nos mandou para aqui para pensarmos apenas nos nossos empregos, mandou-nos para pensarmos neles. Mandaram-nos para pensarmos sobre as suas vidas, as vidas dos seus filhos e para sermos responsáveis e sérios sobre os desafios que o país enfrenta.”

Os Republicanos na Câmara dos Representantes querem que a líder da Câmara, a democrata Nacy Pelosi, autorize uma votação sobre uma medida que evite qualquer alteração na redução dos impostos.

Desde que causou agitação no seu partido ao sugerir que poderia votar a favor de redução de impostos na classe média se os republicanos não tiverem outra escolha, o líder minoritário da Câmara dos Representantes, John Boehner, foi forçado a clarificar a sua posição.

“Aumentar impostos sobre quem quer que seja, especialmente pequenas empresas, e o erro exacto a ser feito numa economia com problemas.”

Os republicanos na Câmara dos Representantes e no Senado estão a preparar legislação que acabe com o que descrevem por “subida de impostos”, apesar de terem votado no tempo do presidente George W. Bush para que as reduções dos impostos expirassem no final deste ano.

O presidente Obama disse que autorizar reduções de impostos para americanos com salários altos iria acrescentar 700 mil milhões de dólares ao já enorme deficit federal, embora fosse favorecer apenas os dois por cento de americanos mais ricos.

XS
SM
MD
LG