Links de Acesso

Moçambique: Ensino vai (também) ser feito em língua nacionais

  • William Mapote

Escola Primária 19 de Outubro, Bairro Magoanine, Maputo, Moçambique

Escola Primária 19 de Outubro, Bairro Magoanine, Maputo, Moçambique

Pais irão decidir sobre a língua em que querem que os filhos sejam educados.

O governo moçambicano vai apostar na massificação do ensino bilingue, ao nível do sistema básico da educação nacional, um processo já em prática, de forma piloto, em algumas escolas e regiões do país.

Segundo os objectivos traçados pelo governo, a iniciativa poderá avançar gradualmente nos proximos anos.

Contudo, caberá aos pais e encarregados de educação, a escolha do sistema para os seus educandos.

O sistema bilingue está em prática em escolas seleccionadas do país, desde 2003. Nestes locais, o português, a língua oficial no país, coabita no sistema de ensino, com parte das 23 línguas nacionais.

Lourenço do Rosário, Presidente do Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa, disse que "o grande problema é que as nossas crianças, não nas zonas urbanas óbviamente, entram na escola sem saber falar o português".

"Está provado cientificamente que é difícil aprender a ciência e a língua ao mesmo tempo,"acrescentou.

A experiência de Moçambique está a ser partilhada, desde esta segunda-feira, com os restantes países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa, CPLP, num colóquio que tem como tema “A Diversidade Linguística” nos sete países desta comunidade.

Ouça a reportagem com declarações oficiais e de Lourenço do Rosário carregando na barra azul no topo

XS
SM
MD
LG