Links de Acesso

Doadores prometem 800 milhões de dólares para orçamento de Moçambique

  • Simião Pongoane

Doadores prometem 800 milhões de dólares para orçamento de Moçambique

Doadores prometem 800 milhões de dólares para orçamento de Moçambique

Decisão põe termo a fricções entre doadores e governo.

Doadores vão ajudar Moçambique

Os parceiros e doadores prometeram e reconfirmaram que vão desembolsar 800 milhões de dólares norte-americanos para o orçamento do Estado moçambicano de 2012.

A reconfirmação foi feita na cidade de Inhambane, num encontro considerado retiro anual dos parceiros e doadores de Moçambique.

Trata-se de uma notícia bem recebida pelo governo, que no ano passado teve algumas crispações nas relações com os doadores que exigiam medidas concretas contra a corrupção, revisão da lei eleitoral.


O dinheiro ora prometido vai para os sectores da Saúde, Educação, Agricultura, Energia e promoção de acções sociais.


A promessa de apoio financeiro surge numa altura em que os doadores reconhecem que estão a enfrentar enormes dificuldades em casa devido à crise financeira internacional.

Aliás dois países anunciaram a redução do apoio financeiro a Moçambique devido à crise financeira.
Alguns projectos de reabilitação de estradas, apoiados por Portugal, estão atrasados por falta de dinheiro.

“Há problemas, mas apesar disso vamos fazer algum esforço para que o pouco que temos seja canalizado para as populações que têm maiores dificuldades” - disse Alain Latulippe, representante dos parceiros e doadores internacionais.

Moçambique depende largamente do apoio financeiro externo para a implementação de projectos de desenvolvimento.

Mas nos últimos anos, a percentagem de apoio externo ao orçamento do estado tem estado a reduzir gradualmente.

O apoio ao orçamento do Estado em Moçambique canalizado pelos parceiros entra de diversas formas.

Alguns parceiros canalizam dinheiro directamente aos projectos económicos e sociais e outros fazem-no através do "saco" unico que é o orçamento do Estado.

Há 19 países que usam este saco.

Para este caso, o governo decide como alocar os fundos, enquanto no primeiro caso, a distribuição depende dos doadores.

Outro dinheiro entra em forma de donativos para o Estado.

Informações do Ministério da planificação e Desenvolvimento indicam que na verdade os doadores deram mais dinheiro para 2012 em dólares, mas devido à depreciação do metical face ao dólar, o montante é menos e Meticais é menor.

Somando os apoios que entram em forma de donativos, mais o que entra directamente para o saco orçamentL e o outro que vai para os projectos a ajuda chega aos cerca de 5 mil milhões de dólares.

XS
SM
MD
LG